, ,

Gostei

Por que sempre tem espelhos nos elevadores?

Você certamente já percebeu que dentro dos elevadores, como também nos corredores onde eles se situam, há muitos espelhos, não é verdade?

A presença dos espelhos também é comum em halls e entradas de hotéis e sua função vai além de simplesmente permitir que as pessoas chequem o visual antes de entrarem no recinto.

Para que serve esses espelhos?

Conforme o New York Times, a ideia de incluir os espelhos – principalmente dentro dos elevadores – surgiu após a Segunda Guerra Mundial, quando os prédios começaram a ficar cada vez mais altos. Primeiramente, estimava-se que as pessoas pudessem se manter entretidas enquanto esperavam o elevador, como também se arrumarem ou verem através do espelho algum outro passageiro.

Diz-se que na época, as reclamações sobre o tempo de espera era muito alto, como também o de permanência, de forma que com os espelhos essas reclamações diminuíram muito, já que frequentemente eram reiteradas aos recepcionistas dos hotéis.

Além disso, os espelhos possibilitam uma melhor visão do ambiente, mudando a percepção interna do elevador, principalmente para quem sofre com claustrofobia. Muitos casos de pacientes acometidos pelo problema, que tinham crises frequentes dentro de elevadores, tiveram seu número de ocorrência dessas crises diminuído por conta da melhor sensação que os espelhos podiam oferecer.

As pessoas, ao entrarem em um elevador, podem ver a si próprias e isso as impede de que sofram algum acidente, principalmente em casos em que o ambiente fica lotado.

Também há a versão chinesa de Feng Shui que acredita que os espelhos podem causar o bem-estar de acordo com a maneira que são dispostos em um ambiente, como também de outros conceitos de design que viabilizam os espelhos para muitas técnicas de arquitetura.

Fontes: Curiosity, Mistérios do Mundo
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 curiosidades bizarras sobre o sexo que valem a pena saber

Redes sociais aumenta sensação de solidão, diz estudo recente